O Portugal Health Passport foi renovado e está agora disponível para todos os que visitam Portugal. A plataforma, desenvolvida pelo Health Cluster Portugal, em estreita articulação com o Turismo de Portugal, reúne um vasto conjunto de serviços de saúde privados dirigidos a turistas.

Os turistas que planeiem vir a Portugal poderão solicitar o seu health passport através do site PortugalHealthPassport, o que lhes garante a possibilidade de realização do teste Covid19 e o acesso, a preços previamente fixados, a cuidados de saúde urgentes de elevada qualidade ou a check-ups de cinco tipologias diferentes, na rede de hospitais e clínicas da CUF, Hospital da Luz, HPA Saúde e Lusíadas.

Tratando-se de mais um importante instrumento para afirmar Portugal como destino turístico, a rede das Equipas de Turismo no exterior não deixará de o incluir nas ações e iniciativas que desenvolve nos principais mercados.

De acordo com o diretor executivo do Health Cluster Portugal, Joaquim Cunha, “a prática clínica em Portugal é já uma referência internacional entre pares.  Este é o momento para que esta perceção seja também transversal à população. A reposta que demos no pico da pandemia deu-nos destaque internacional, que garante segurança a quem nos visita ”.

Já Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal, considera que “esta parceria reforça a existência de uma oferta turística que observa rigorosos protocolos de higiene e controlo sanitário “Clean & Safe” e que, complementarmente, apresenta uma oferta de serviços médicos e hospitalares de elevada qualidade, disponíveis de norte a sul do país, incluindo a ilha da Madeira, junto das unidades dos principais grupos hospitalares privados em Portugal. É neste contexto que conseguimos restabelecer a confiança dos turistas e impulsionar a tão necessária retoma do setor”.

O Turismo Médico em Portugal tem potencial para gerar um volume de negócios superior a 100 milhões de euros/ano, sendo a saúde um ativo emergente na estratégia Turismo 2027 e um polo de desenvolvimento do país.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *