Face à atual emergência sanitária e à crescente procura de espaços e materiais para conter a propagação da COVID-19, 20 hotéis das marcas Pullman, Novotel, Mercure, ibis, ibis styles e ibis budget em Espanha e Portugal estão a colocar à disposição as suas infraestruturas às autoridades sanitárias, como é o caso de hotéis próximos de hospitais como o ibis Porto São João e o ibis Budget Braga; a oferecer alojamento a pessoas em quarentena; ou a doar material variado como luvas, soluções de sanitização de mãos, toucas de banho, ou camas extra, como o Sofitel Lisbon Liberdade.

A dedicação das equipas hoteleiras e dos nossos proprietários durante este período está a ser exemplar. Estamos a fazer tudo o que nos é possível para responder às necessidades de alojamento da forma tão eficaz quanto as circunstâncias o permitem, em linha com a Responsabilidade, Generosidade e Solidariedade do ADN de Accor. À medida que o mundo luta para conter esta crise sanitária sem precedentes, Accor está ao lado dos que necessitam de proteção, bem como daqueles que estão na linha da frente para nos proteger.”, diz Rebeca Ávila, Diretora de Responsabilidade Social Corporativa de Accor para Europa do Sul.

Os hotéis do Grupo Accor, que têm priorizado a segurança e o bem-estar dos seus clientes e colaboradores desde há mais de 50 anos, reuniram-se globalmente para partilhar uma mensagem de solidariedade. Em todo o mundo, as fachadas dos hotéis são iluminadas com um coração, que representa a vontade da empresa de apoiar as comunidades locais durante estes tempos difíceis.

Criação de uma plataforma para oferecer soluções de alojamento aos mais desfavorecidos

Em França, o Grupo lançou um serviço de apoio telefónico, o CEDA (Coronavirus Emergency Desk Accor) para centralizar as necessidades e oferecer soluções de alojamento em todo o país, em estreita colaboração com os proprietários dos hotéis Accor e as autoridades competentes. Até à data, mais de 250 hotéis franceses (hotelF1, ibis Budget, ibis, ibis Styles, Mercure e Novotel) oferecem entre 1000 e hotéis 2000 camas para acomodar pessoas sem-abrigo em todo o país.

Também em cooperação com o consórcio do hospital universitário AP-HP e os seus parceiros, o Grupo decidiu abrir este serviço a todo o pessoal médico envolvido na luta contra a COVID-19. Desta maneira, poderão aceder a alojamentos perto do seu local de trabalho, através da plataforma CEDA.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *