A TEKTÓNICA, a maior feira do sector de construção e obras públicas do país e tal como já comunicado, decorre de 6 a 9 de Maio, na FIL. Este evento, que conta com a participação das principais empresas líderes de mercado e marcas, tem um papel determinante no apoio às empresas do sector, proporcionando o networking e o B2B com outros players do mercado nacional e internacional, permitindo que as mesmas explorem novas oportunidades de negócio.

Dividida em grandes áreas sectoriais, na TEKTÓNICA podemos encontrar: SK – Pavimentos e Revestimentos Cerâmicos, Banho e Cozinha; SIROR – Pedras Naturais; SIMAC – Materiais e Equipamentos para a Construção; TEKGREEN – Eficiência Energética, Energias Renováveis, Construção Sustentável e Responsabilidade Social na construção; TEKWOOD – Indústria da Madeira e Cortiça para a Construção, Produtos, Máquinas e Serviços;  e ainda TEKMÁQUINAS – Máquinas e Equipamentos para a Construção e Obras Públicas.

A TEKTÓNICA tem também constituído, ao longo dos anos, um palco para a inovação e uma mostra do trabalho das empresas portuguesas para o exterior, servindo também de evento por excelência para os lançamentos e divulgação de novos produtos e serviços.

Os grandes destaques para esta edição de 2020  passam pela organização de um  evento na área da Arquitectura, com a presença de oradores internacionais de renome; o Espaço Inovação, um concurso e exposição dos produtos inovadores com menos de um ano em Portugal; e o Espaço I&D, a exposição de novos materiais em desenvolvimento com um grande contributo de valor acrescentado para os novos projectos de construção, onde a inovação, a sustentabilidade, a eficiência energética e competitividade são características prioritárias e mais valorizadas pelo sector.

Também os Prémios TEKTÓNICA se mantém em 2020, uma cerimónia que pretende premiar o que de melhor se faz no país a nível de projectos e soluções no âmbito da Arquitectura, Engenharia, Inovação e Formação Profissional.

A mostra de produtos portugueses na Ambiente 2020, sob a insígnia “Made in Portugal Naturally”, reforçou a qualidade, inovação e versatilidade das empresas nacionais nos mercados internacionais. O stand organizado pela NERLEI, em parceria com a aicep Portugal Global, potenciou o nome de Portugal e as presenças individuais das 89 empresas portuguesas e contribuiu para a afirmação da Fileira Casa Portuguesa como um dos setores exportadores mais ativos da economia portuguesa.

O espaço, que teve como conceito subjacente a recriação de diversos ambientes de uma casa, suscitou a curiosidade dos visitantes da maior feira internacional de artigos para a casa e decoração de interiores, que decorreu entre 9 e 11 de fevereiro, em Frankfurt, Alemanha.

No stand “Made in Portugal Naturally” os visitantes tiveram a possibilidade de ter um primeiro contacto com a oferta global de todas as empresas portuguesas expositoras na feira e ainda de, caso assim o desejassem, conhecer melhor a oferta específica de cada uma delas, mediante o seguimento da indicação, presente em todas as peças, do nome/marca de cada empresa e respetivo stand individual onde estavam a expor na feira.

Com 112 m2, o stand de Portugal foi concebido e decorado por Miguel Costa Cabral com produtos inovadores, ancorados na tradição portuguesa. Juntou micro, pequenas e médias empresas de renome nacional, de todo o país, de todos os setores da Fileira Casa presentes na Feira e funcionou como elemento agregador e mobilizador de Portugal no certame.

Segundo João Dias, Administrador da aicep Portugal Global presente na Ambiente 2020, “A atuação da fileira casa, na sua missão de criação de valor nos setores que a compõem, assenta a sua atuação pela Diferenciação no apoio institucional às diversas entidades que participam no panorama internacional, pela apresentação de soluções complementares; Competitividade pelo reforço na comunicação internacional através da apresentação de uma oferta integrada e Confiança pela assertividade e complementaridade que passa pela integração e colaboração entre o tecido empresarial e as entidades institucionais, promovendo a partilha e o conhecimento. O elemento agregador de toda esta estratégia foi conseguido pela marca, criada pela AICEP, “Made in Portugal Naturally”. “Made in Portugal Naturally” tem como missão focar, profissionalizar e agregar toda uma oferta nacional, num espaço que permita um reconhecimento imediato do potencial do produto, apoiado na imagem de um país moderno, inovador e criador de tendências. “

Para Sónia Calado, “a NERLEI conseguiu colocar de pé esta ação graças à enorme disponibilidade e colaboração de todas as empresas portuguesas, ao apoio da aicep Portugal Global e ao profissionalismo e empenho da equipa da NERLEI”. A representante da Direção da NERLEI, enaltece a importância da insígnia “Made In Portugal Naturally” que “atraiu muitos visitantes ao stand e permitiu exibir de forma global a qualidade, a diversidade e o caráter inovador das empresas e produtos nacionais”. Sónia Calado avança que “face ao sucesso da iniciativa, vamos avaliar a possibilidade de a podermos repetir, nas próximas edições da feira, esperando, para tal, poder continuar a contar com o apoio da aicep Portugal Global”.

A República Dominicana é o Destino Internacional Convidado da 32ª edição da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que terá lugar na FIL – Feira Internacional de Lisboa, de 11 a 15 de março.

Para Dália Palma, Gestora da BTL, esta escolha deve-se ao grande dinamismo que esta representação Turística demonstra todos os anos ao participar na Bolsa de Turismo de Lisboa, referindo que “faz todo o sentido reforçarmos as relações com o Turismo da República Dominicana pela diversidade de oferta turística que apresenta. Além disso, temos conhecimento que é um dos destinos de maior interesse para os principais Operadores Turísticos portugueses”.

Karyna Font-Bernard, Diretora do Turismo da República Dominicana para Espanha e Portugal, afirma que “este convite foi recebido com um enorme entusiamo uma vez que o mercado português tem uma grande importância para nós. Todos os anos registamos um aumento de turistas portugueses na ilha caribenha por isso sabemos que temos de continuar a apostar neste mercado, tendo como objetivo manter este crescimento de forma continua. As praias paradisíacas de água quente e a existência de charter diretos para o destino são grandes impulsionadores na escolha dos portugueses. No entanto, a República Dominicana tem muito mais a oferecer e são os destinos menos conhecidos que queremos também trazer à edição da BTL deste ano”.

Assumindo-se como Destino Internacional Convidado da BTL, Karyna Font-Bernard acrescenta ainda que “Portugal é um país chave na estratégia de crescimento do turismo, o que motiva o reforço na aposta e promoção do destino durante a principal feira de turismo do país, como a gastronomia típica, as praias mais bonitas do mundo e campos de golfe de renome internacional”.

O stand do Turismo da República Dominicana (no pavilhão 4) promete trazer muita animação à Feira e convidar todos os presentes a ficarem a conhecer um destino multifacetado e apaixonante, repleto de cultura, música, dança, tradição, praias paradisíacas e muito mais.