Artigos

easyJet retoma ligação Belfast a Faro a partir de 16 de junho

A easyJet retoma a ligação entre Belfast (Irlanda do Norte) e Faro (Portugal) a partir de 16 de junho, uma conexão que vai realizar-se 3 vezes por semana. Este anúncio acontece depois da companhia ter revelado o plano de retoma das operações para Portugal – Porto e Lisboa desde Genebra, na Suíça – para 15 de Junho.

Também a partir da segunda quinzena de junho, a easyJet vai operar um pequeno número de voos, principalmente domésticos, desde 22 aeroportos europeus

O aumento do número de voos, à medida que a procura dos clientes começa a fazer sentir-se e as restrições de cada país diminuírem, faz parte da estratégia da companhia aérea durante este período de retoma do plano de voos.

Para que tal aconteça em segurança, foram definidas uma série de medidas para ajudar a garantir a saúde e o bem-estar de todos os clientes e tripulantes a bordo. Destas fazem parte a desinfeção rigorosa dos aviões easyJet; os clientes, tripulação de bordo e terra terão a obrigação de usar máscaras; inicialmente também não haverá serviço de alimentação a bordo dos voos, todos operados numa rede de curta distância.

Para mais informações sobre voos disponíveis e para reservar, visite easyJet.com.

EASYJET suspende toda a sua frota

Como resultado das restrições de viagens sem precedentes impostas pelos governos em resposta à pandemia do novo Coronavírus e à implementação de bloqueios nacionais em muitos países europeus, a easyJet parou hoje totalmente toda a sua frota.

Nos últimos dias, a companhia tem ajudado a repatriar clientes, tendo operado quase 650 voos de resgate até o momento, trazendo de volta a casa mais de 45.000 clientes. O último desses voos de resgate foi operado no domingo, 29 de março. Vamos continuar a trabalhar em parceria com os governos para operar mais voos de resgate, caso nos seja solicitado.

Nesta fase, e sem a certeza da data para o reinício de voos comerciais, está a ser avaliada continuamente a situação. Com base nas regulamentações e na procura, será atualizada toda a informação ao mercado.

Continuamos a tomar todas as medidas para controlar custos e despesas não determinantes para o negócio a todos os níveis, de forma a mitigar o impacto da COVID-19. A suspensão das operações de toda a frota reduz os custos de forma significante.

A easyJet mantém-se forte do ponto de vista financeiro, sem refinanciamentos de dívida com vencimentos até 2022. Mantém-se as discussões com os investidores, que reconhecem a robustez do seu modelo de negócio.

Johan Lundgren, CEO da easyJet, sublinha:

Estou extremamente orgulhoso da maneira como os colaboradores da easyJet deram o melhor de si num momento tão desafiador, incluindo tantas tripulações que se voluntariaram para que os nossos clientes pudessem voltar para casa. Continuamos a trabalhar de forma incansavelmente para garantir que a easyJet consiga continuar a superar todos estes desafios.”