Building the Future reuniu 21 mil participantes online

Durante três dias, o Building the Future esteve a Ativar Portugal e a re-imaginar um melhor futuro para fazer face aos desafios globais que Portugal tem pela frente. A terceira edição, a mais global de sempre, focou-se nos temas da Sustentabilidade, Economia, Inovação, TrustData, Indústria, Saúde, Skilling, Impacto e Educação.

Foram 21 mil participantes online que assistiram à transmissão live dos três dias da terceira edição do Building the Future. que decorreu nos dias 26, 27 e 28 de janeiro. Com cerca de 150 mil unique viewers, o evento juntou mais de 300 oradores em 131 sessões, com 34 parceiros20 startups ao longo de mais de 100 horas de transmissão online, 11 mil conexões2 mil reuniões e um dia inteiramente dedicado à transformação digital na Educação.

Foi reunido um conjunto extraordinário de pessoas com um único objectivo: mostrar que, para cada desafio, existe uma solução à espera de ser encontrada. As soluções propostas e apresentadas aos 21 mil participantes que acompanharam estes três dias resultam de uma visão para Portugal que pretende contagiar decisores públicos, privados, empresários, empreendedores, estudantes, professores e toda a comunidade educativa.

Esta foi também a maior reunião do ecossistema empresarial nacional dedicada à transformação digital e resultou num momento de reflexão sobre os temas que estão a definir o nosso quotidiano e que impactam na recuperação económica do tecido empresarial português, bem como em novos modelos de educação e capacitação.

A Microsoft, os 34 parceiros deste evento e o seu conselho consultivo, farão agora um balanço destes três dias de Building the Future, para juntos continuarem a construir o futuro.

O último dia do Building the Future28 de janeiro, contou com o contributo de Ana Mendes GodinhoMinistra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social que nos recordou que “a pandemia mostrou à evidência que aquilo que nós dizíamos que iria acontecer num futuro e se transformou numa realidade muito presente, seja na transformação no mundo do trabalho, de uma forma completamente imediata, no recurso aos meios digitais, ao teletrabalho e como mostrou a vulnerabilidade de muitas relações atípicas que existem sem qualquer proteção social.”

Este dia ficou ainda marcado com um balanço muito positivo de Paula PanarraDiretora-Geral da Microsoft Portugal, que deixou um agradecimento a toda a comunidade envolvida nesta terceira edição do Building the Future: “Num ano em que é tão relevante abordar temas inerentes à recuperação económica impulsionada pelo digital, e aos novos modelos de educação e capacitação, assim como ajudar a re-imaginar um melhor futuro para o nosso país, o meu muito obrigada vai para todos aqueles que ajudaram a tornar estes dias inesquecíveis. Desde a comunidade de parceiros, aos oradores, aos que assistiram. Estamos a construir o futuro juntos.”

O encerramento do ficou a cargo de Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que nos deixou um testemunho face aos novos desafios que o presente contexto nos trouxe: “Cada vez mais sabemos que lidar com a incerteza, com o risco, com o desconhecimento do futuro que o novo coronavírus tão prontamente nos veio alertar é, de facto, o desígnio de todas as sociedades modernas e o melhor que podemos passar às futuras gerações (…) Mas temos uma certeza: é que exige aprender mais, com mais solidariedade, com mais debates intergeracional, compreendendo o respeito pelo próximo independentemente das nossas origens.”

Porque o Building the Future também é solidariedade, o evento apoiou a Iniciativa Aconchegar numa campanha lançada pela International Association of Microsoft Channel Partners (IAMCP) com a Fundação São João de Deus, para combater as fragilidades causadas pela pandemia. A campanha de três dias resultou na doação de 40 camas destinadas a hospitais e a estruturas de retaguarda.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.