A Marriott International, que há 92 anos é reconhecida como líder em hospitalidade pelo seu compromisso com a qualidade, formação rigorosa e padrões exigentes de limpeza dos hotéis, sempre destacou a saúde e a segurança dos seus associados e clientes. O fundador, JW Marriott, costumava inspecionar pessoalmente a limpeza das cozinhas e dos quartos durante as suas visitas ao hotel. Um elevado padrão de limpeza está no ADN da cadeia Marriott.
No seguimento dessa característica e em consequência da pandemia do COVID-19, o grupo criou uma plataforma multifacetada com a designação Marriott Global Cleanliness Council, projectada para atender aos desafios de saúde e segurança.

O conselho de limpeza global da Marriott está focado no desenvolvimento de um novo nível de padrões, normas e comportamentos globais de limpeza de hospitalidade, projetados para minimizar os riscos e aumentar a segurança dos seus associados e clientes em mais de 7300 propriedades em todo o mundo, excedendo em larga escala todos os procedimentos que até aqui, eram por si só de excelência.

O Conselho Global de Limpeza da Marriott é presidido por Ray Bennet, Diretor Global de Operações da Marriott International, e conta com a contribuição de especialistas internos e externos, incluindo líderes seniores de todas as disciplinas da cadeia como a limpeza, engenharia, segurança alimentar, ocupacional e bem-estar. Inclui os membros consultivos, Ruth L Petran, Cientista Corporativa Sénior da Segurança Alimentar e Saúde Pública da Ecolab, líder global de soluções e serviços de prevenção da água, higiene e infeção; Michael A.Sauri, especialista de doenças infeciosas da Adventist Health Care; Richard Ghiselli, chefe da Escola de Hotelaria e Turismo de Pardua University; e Randy Worobo, Professor de Microbiologia de Alimentos no Departamento da Ciência de Alimentos da Universidade de Cornell.

A Marriott introduziu novas tecnologias de limpeza, incluindo pulverizadores electroestáticos com desinfetantes recomendados pela OMS e Centros de Controle e Prevenção de Doenças para higienizar superfícies em todos os hotéis. Os pulverizadores limpam e desinfetam rapidamente e podem ser usados para limpar e desinfetar os quartos, salas de reuniões, garagem e outras áreas públicas. Além disso, a empresa está a testar a tecnologia de luz ultravioleta na desinfeção das chaves dos hóspedes e dispositivos compartilhados pelos associados.

A COVID-19 aumentou a consciencialização sobre a importância da limpeza de superfícies pelo que o padrão de limpeza passou a ser ainda mais rigoroso em áreas especificas. Nos quartos e espaços públicos, as superfícies são cuidadosamente tratadas com desinfetantes de nível hospitalar passando a limpeza a ser feita com maior frequência. Também serão colocados lenços desinfetantes em cada quarto para uso pessoal dos hóspedes.

O Centro de Controlo de Doenças e a Organização Mundial de Saúde alertam sobre o contacto físico como principal forma de disseminação do COVID-19. Para ajudar a reduzir o risco de transmissão, a Marriott usará sinalização nos seus lobbies para lembrar os hóspedes para manterem as regras de distanciamento social e remover ou reorganizar os móveis para permitir mais espaço para distanciamento.

A Marriott também está a avaliar a colocação de proteções em acrílico nas mesas bem como restantes equipamentos de proteção e segurança, tais como o uso das máscaras, viseiras e luvas aos associados. Os hotéis estão também a instalar mais pontos com dispensadores de higienização perto da receção, elevadores, salas de reuniões, restaurantes e espaços de fitness. Além disso, em mais de 3200 hotéis da Marriott, os hóspedes podem optar por usar os seus telefones para fazer check-in, aceder aos quartos, fazer pedidos especiais e solicitar serviço de room-service que será especialmente empacotado e entregue diretamente na porta, sem contacto.

No que diz respeito à segurança alimentar, o programa da Marriott inclui diretrizes aprimoradas de saneamento e vídeos de formação para todos os associados operacionais que incluem práticas de higiene e de desinfeção. Na Marriott todas as chefias e supervisores de cada departamento de F&B são esclarecidos e formados em práticas seguras de preparação e serviço de alimentos. As operações de F&B da Marriott são obrigadas a realizar a autoinspeção usando os padrões de segurança alimentar da empresa como diretrizes e na sua conformidade sendo validada por auditorias independentes.

O Lisbon Marriott Hotel, em Portugal não se rege apenas pelo protocolo da Marriott International mas também segue a política de segurança e de higienização lançada pelo Governo e Turismo de Portugal sobre a patente “Clean & Safe” tornando a unidade um lugar seguro para se estar.

“A segurança dos nossos associados e clientes sempre foi uma prioridade para a Marriott e hoje essa discussão está no contexto do tudo o que é possível para recebê-los de volta num ambiente de hotel seguro e limpo quando chegar a hora de viajar novamente.” – acrescenta Elmar Derkitsch, Director Geral do Lisbon Marriott Hotel.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *